No artigo de hoje falaremos sobre mídias pagas e porque fazê-las.

Como já falamos anteriormente, para você ser conhecido no mercado em que atua, você deve se diferenciar da concorrência e aparecer para o seu público.

Com tantas empresas concorrendo entre si, foi necessário reinventar a maneira de atrair o cliente e ser encontrado facilmente na internet.

Uma das ferramentas muito usadas na internet é o SEO (Search Engine Optimization), que são técnicas feitas para que sua empresa apareça nas primeiras posições de busca. Esta é uma estratégia que demanda muito tempo e não possui resultados imediatos.

Uma alternativa para que você seja visto por seu público nos mecanismos de busca é a mídia paga, que funciona através do custo por clique (Pay per click ou PPC).

Entendendo a mídia paga.

A estratégia utilizada quando falamos em mídia paga é o impulsionamento de materiais como ofertas, posts, eventos, entre outros, que podem aparecer em formato de banner, texto, link, imagem, etc.

Para que a mídia paga seja feita, o anunciante poderá escolher em qual plataforma veiculará seu anúncio, por quanto tempo e quanto ele irá investir. Neste sistema é possível analisar os resultados obtidos, número de visualizações e alcance do anúncio.

Os resultados obtidos nas postagens variam de acordo com o valor investido, ou seja, quanto mais se investe, mais retorno se tem. Mas é importante ressaltar que para obter u bom resultado, deve existir a segmentação e a escolha correta de palavras-chave.

Existem diferentes tipos de mídias pagas como:

#1. Plataformas de busca – Google, Yahoo, Bing são exemplo de plataforma de busca. Eles nos ajudam a obter informações através de sua base de dados que indexa o conteúdo e os ranqueia baseado no contexto e relevância para o usuário.

O objetivo principal de veicular os anúncios em sites de busca é posicionar o seu conteúdo nas primeiras posições do buscador, pois elas são as que, normalmente tem mais cliques.

Atualmente, o principal tipo de mídia paga em plataformas de busca é o Google Adwords.

#2. Redes Sociais – Anúncios também podem ser feitos nas redes sociais a fim de aumentar o alcance de suas postagens.

Uma grande vantagem de veicular anúncios nas redes sociais é a possibilidade de segmentação o que torna possível categorizar a campanha de acordo com o público que se quer atingir, bem como os resultados que deseja alcançar.

A inserção de anúncios em diferentes redes sociais pode ampliar seu alcance ou segmentá-las de acordo com o perfil desejado pela sua empresa.

Assim como o Google Ads, o Facebook Ads também é uma plataforma muito usada nos anúncios de marketing.

#3 Portais – Por serem constituídos por nichos, os portais já possuem um público mais seleto que se interessam por assuntos determinados. Para esse tipo de anúncio é possível contratar espaços pré-definidos, por um período de tempo.

Pagar até quando?

As mídias pagas têm valores flexíveis e não atuam com contrato fixo.

É válido ressaltar que não há necessidade de investir em todas as mídias. É possível fazer investimentos estratégicos para uma determinada campanha, por exemplo.

O melhor a se fazer é ter uma verba destinada às mídias pagas com valores, datas e objetivos de veiculação para que, desta forma, não se estoure o orçamento.

Medir resultados

Através das mídias pagas é possível verificar quantas pessoas viram e clicaram em seu anúncio, resultado em tráfego para o destino escolhido.

Mais importante que anunciar, é analisar o resultado obtido e adequá-lo para as próximas campanhas.

Lembramos eu uma estratégia de marketing não elimina outra, elas se complementam, portanto, você pode continuar fazendo a captação de maneira orgânica e unir a captação através de anúncios pagos.

Quando combinamos estratégias, aumentamos o alcance e os resultados que queremos alcançar. Então, quanto mais pessoas visualizarem seu anúncio, comentarem e compartilharem suas publicações, mais estarão contribuindo para aumentar a exposição de sua empresa no mercado.