A pandemia mudou a rotina de muitas empresas. Empresários foram obrigados a se adaptar à transformação digital para que não tivessem prejuízos em seus negócios.

Um dos setores que, forçadamente, passou por essa adaptação foi o varejista, uma vez que as medidas de fechamento e isolamento social afetaram diretamente as vendas nas lojas físicas.

De acordo com artigo divulgado no site Money Times, um estudo desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, em parceria com Oasis Lab Innovation Space, identificou um aumento de 87% no investimento em Transformação Digital no setor varejista.

Muito foi investido em tecnologia e ferramentas digitais para melhorar a experiência do consumidor durante sua compra, fazendo com que ele retorne à loja, mesmo que digitalmente.

Uma mudança tardia mais necessária

Infelizmente, essa mudança que poderia ter sido feita de forma gradual, porém, acabou sendo feita às pressas devido a uma necessidade do mercado, frente ao isolamento.

A transformação digital foi “obrigatória” para empresários, líderes e funcionários, uma vez que todos estão envolvidos no processo de digitalização para melhorar a experiência do cliente e torna-lo fiel ao seu negócio.

O home-office também teve que ser aprendido e implantado, principalmente pelos funcionários que atendiam diretamente a linha de frente das lojas.

O reaprendizado forçado na maneira de convencer o cliente a comprar o seu produto e ainda fazer toda a venda remotamente foi um desafio sentido por muitos.

Ainda estamos em fase de aprendizado e adaptação, mas lembramos que, assim como a rapidez da tecnologia, temos que ser rápidos nesta adaptação para não perdermos nosso espaço para os tubarões do mercado.